quinta-feira, 14 de janeiro de 2010

20 Games Completando 20 Anos em 2010

Chegou 2010 e todos nós sabemos que nada muda além do calendário. Mas mesmo assim, vamos seguir a tradição do nosso blog e relembrar os 20 jogos mais relevantes que completam 20 anos esse ano.
Lembrando que a lista não segue nenhuma ordem, a numeração é apenas para organizar.
_
1. Bonk’s Adventure (NEC TurboGrafx-16)

O game que marca o surgimento do mascote do TurboGrafx-16 nas Américas. Mais tarde o plataform do cabeçudo das cavernas ganhou ports para Amiga, Nintendo, Game Boy e Arcade. Hoje pode ser encontrado também entre os títulos do Virtual Console no Wii.


_
2. Super Mario Bros. 3 (NES)


Em 1990 a Nintendo estava lançando o título que quebrou o recorde de vendas. Com mais de 17 milhões de cópias vendidas no planeta, Super Mario 3 tornou-se praticamente um título obrigatório na casa de qualquer um que possuísse um Nintendinho. Imagens do game foram mostradas no filme “The Wizard” de 1989, certamente uma colaboração para o grande volume de vendas.
_
3. Snake’s Revenge (NES) / Metal Gear 2: Solid Snake (MSX2)

Konami resolve lançar uma sequencia para Metal Gear Solid em abril de 1990 na America do Norte. Apesar de ter sido produzido por uma equipe japonesa, Snake’s Revenge foi feito exclusivamente para o público ocidental, sem o envolvimento do criador Hideo Kogima. A sequencia “oficial” é Metal Gear 2: Solid Snake, lançada para MSX2 no mesmo ano.
_
4. Super Mario World (Super Famicom)


O ano de 90 ainda marca o aparecimento de Yoshi e uma nova forma de se jogar Super Mario. O resto da história todo mundo sabe.
_
5. F-ZERO (Super Famicom)


Junto com o lançamento nipônico do 16 bits da Nintendo e Super Mario World, F-ZERO aparece mostrando todo poder gráfico do novo console.
_
6. SEGA R-360 Arcade Hardware + G-LOC


1990 foi também o ano das inovações. A Sega lançou o seu promissor gabinete de arcade R-360, uma engenhoca futurista que rotacionava o jogador em todas as direções, simulando os movimentos de um avião de caça para tornar o game uma experiência bem realista, mas… FAIL! O troço nunca funcionou direito, a resposta era lenta e dificilmente obedecia ao que acontecia na tela, a máquina dava medo nas pessoas e era dificil ver alguem arriscar uma partida nela, o que é totalmente entendível. Mesmo assim, ainda não surgiu um arcade tão à frente do seu tempo como esse.
_
7. Commander Keen (PC)


Surge em 90 um dos maiores e melhores plataformer para PC, Commander Keen também populariza os games “shareware” para PC.
_
8. Mega Man 3 (NES)


A Capcom acerta em cheio com Megaman 3, introduzindo Proto Man, o retorno dos robot masters do jogo anterior, o “slide” e o cão robô Rush, lançando a série para uma bem sucedida e longa vida.
_
9. Final Fantasy III (Famicom)


Surge no Japão o primeiro Final Fantasy que possibilitava a troca de jobs dos personagens. O game nunca saiu do Japão até ganhar um remake para Nintendo DS em 2006. Não confunda as coisas!
_
10. The Secret of Monkey Island (PC)


O game que popularizou de vez o estilo adventure da LucasArts/Lucasfilms Games, essa onda de “aponte e clique”. Monkey Island ganhou várias sequencias e foi bastante popular, graças ao atrapalhado protagonista Guybrush Threepwood.
_
11. Stunts (PC)


Mais um clássico dos PCs antigos, Stunts foi uma grande febre na era dos poderosos três-oito-meias, com o editor de pistas que fazia toda a diferença.
_
12. Dr. Mario (NES)


Mario nunca cursou medicina, mas ganhou um game onde tem título de doutor, usa jaleco e estetoscópio, e brinca de matar virus coloridos com cápsulas coloridas, num puzzle clássico que fez bastante sucesso no Nintendinho.
_
13. Ninja Gaiden II – The Dark Sword of Chaos (NES)


A primeira sequencia do Ninja Gaiden para Nintendinho, com muitas melhorias em relação a jogabilidade e um desafio elevado, tem seus méritos.
_
14. Teenage Mutant Ninja Turtles II – The Arcade Game (NES)


Um port muito bem vindo no Nintendinho. Jogar tartarugas ninjas em co-op, sentado no seu próprio sofá era algo mágico.
_
15. Alex Kidd in Shinobi World (SMS)


Inicialmente chamado de “Shinobi Kid”, esse foi o último jogo da série Alex Kidd no Master System, considerado por muitos o segundo melhor da série, perdendo para o épico Miracle World.
_
16. Castle of Illusion Starring Mickey Mouse (SMD/SMS)


Castle of Illusion ajudou o Mega Drive a se firmar e cnstruir sua reputação no mercado antes do lançamento de Sonic.
_
17. Michael Jackson’s Moonwalker (Arcade/SMS/SMD/SGG)


As versões são diferentes na jogabilidade, mas a essência do jogo é a mesma. A história é baseada no filme e permite 3 jogadores simultâneos no arcade.
_
18. Pit Fighter (Arcade)


Um classico “cult-trash” que ficou conhecido por ser um dos pioneiros a usar atores digitalizados e suas poses usadas diretamente no game. Essa técnica foi refinada em títulos como Mortal Kombat e NBA JAM.
_
19. Sonic Blastman (Arcade/SNES)


A versão do arcade é bem conhecida, uma máquina com uma espécie de saco de areia para ser socada com toda gana, um aliviador de stress para muitos. O jogo consiste em derrotar inimigos literalmente com três socos poderosos, quanto mais difícil o inimigo, mais forte é o soco requerido. A versão do Super Nintendo é um beat’em up em side scroll.
_
20. Strider (Arcade/SMD)


Seria mais um side-scroll futurista se não fossem as inovações na jogabilidade e as vozes inseridas nas cut-scenes. Clássico instantâneo.
_
Menções Honrosas:
Arcade:
- Golden Axe
- Rolling Thunder 2
- Rad Mobile
Mega Drive:
- After Burner II
- Columns
- Decap Attack
- E-SWAT
- Phantasy Star III – Generations of Doom
- Shadow Dancer – The Secret of Shinobi
- Super Monaco GP
- Wonder Boy III – Monster Lair
Master System:
- Ninja Gaiden
- Paperboy
- Spiderman VS The Kingpin
- Super Monaco GP
Nintendo
- Castlevania III – Dracula’s Curse
- Chip and Dale – Rescue Rangers
- Jackie Chan’s Action Kung Fu
- Little Nemo – The Dream Master
- Maniac Mansion
- Ninja Crusaders
- Nintendo World Cup
- River City Ransom
- Super C
- Yo! Noid

Postar um comentário

Credits